barra-vela.jpg

François Gabart, o mais jovem skipper da Vendée Globe, primeiro a dobrar o Cabo Horn

macif cabohorn hpCompetindo na sua primeira Vendée Globe, François Gabart, de 29 anos, o mais jovem skipper na regata em solitário à volta do Mundo, passou a longitude do Cabo Horn durante a noite do dia 1 de Janeiro, estabelecendo um novo recorde com o “Macif”, desde a linha de partida, em Les Sables d'Olonne, até ao Cabo em 52 dias 6 horas 18 minutos, batendo o recorde existente, que foi establecido em janeiro de 2009 pelo seu mentor Michel Desjoyeaux, por uma margem significativa, 4 dias, 8 horas e 50 minutos.


Duas horas depois, passou o Cabo Horn o francês Armel Le Cleác'h no “Banque Populaire” a cerca de 25 milhas de distância, com uma visibilidade muito limitada e ventos com rajadas de 25-40kts.
Nas mensagens trocadas Gabart assinala que "há gelo em toda a zona. É difícil dizer exatamente que tipo de blocos de gelo ou icebergs existe, ma sou obrigado a estar no deck para verificar tudo bem visualmente. Tenho que ficar ao lado do leme, mesmo com o piloto automático ligado”.
Entretanto, o Júri Internacional, que é independente da direção da Vendée Globe Race, da comissão de regata e dos organizadores, tomou a decisão de desqualificar o suíço Bernard Stamm, skipper do “Cheminées Poujoulat”, por ter sido feita uma amarração ao barco de investigação científica russo Professeur Khoromov, por um tripulante deste navio, mesmo não sendo sido solicitada, pelo facto do veleiro ter garrado, quando estava fundeado a sul de Enderby Island nas Ilhas Auckland, para reparar os seus hidrogeradores.
Em terceiro lugar Jean-Pierre Dick, no”Virbac Paprec”, encontra-se só a 340 milhas atrás do líder preocupado também com a presença de gelo. Com esta, já passou o Cabo Horn pela sua quinta vez.
O quarto é Alex Thomson no “Hugo Boss” que se encontra à distância dos da frente agora de apenas a 691 milhas..