Jean-Pierre Dick, no “Virbac-Paprec” sem quilha, termina em quarto lugar na Vendée Globe

6 Fev, 2013 | Vela

Dick que chegou a ter quase garantido o lugar no pódio, a 500 milhas a NW de Cabo Verde o seu veleiro perdeu a quilha e esteve quase para desistir. Não o fez e passados 8 dias depois do vencedor, François Gabart no “Macif”, cruzou a linha de chegada ainda à frente de sete veleiros.
A sua chegada a Les Sables d’Olonne coloca um ponto final em uma das histórias mais interessantes desta edição Vendée Globe na qual revelou uma combinação inspiradora de coragem, esforço, elevado espírito desportivo, profissionalismo e realização técnica.
Dos que faltam terminar, o “SynerCiel” e o “Gamesa” vêm quase juntos a 350 milhas da chegada. O “Mirabaud” eo “Akena Vérandas” navegam a cerca de 850 milhas, enquanto que o “Venan” está a 1.500 milhas. O “Initiatives Coeur” está agora a 2.500 milhas e abaixo de Cabo Verde. O último, o “Team Plastique”, encontra-se quase parado na zona de convergência intertropical, a 2.900 milhas. 

Temas

Advertisement MSC
Utilizamos cookies estritamente necessários para fornecer as funções básicas do site.
Accept