No 4º dia do Mundial de Surf Junior muitas baixas dos portugueses

17 Jun, 2013 | Surf

Mas nem tudo foi mau, com boas prestações dos atletas que ainda subsistem, todos nas repescagens, com destaque para Teresa Bonvalot que venceu os dois heats em que esteve envolvida.
Mas começando pelos sub-18, Pedro Coelho foi a primeira baixa do dia, ao terminar em quarto posto da sua bateria da terceira ronda de repescagens.
Igual fado foi destinado a Tomás Fernandes, que muito distante do seu verdadeiro potencial, foi quarto classificado e saiu de cena, também na terceira ronda, num heat em que o peruano Lucca Mesina foi demasiado forte (15,27).
João Kopke esteve melhor e passou bem à quarta ronda de repescagens mas caiu, em terceiro, na quarta ronda.
Em sub-16 masculino, os jovens João Moreira e Jácome Correia, que tão bom percurso têm vindo a fazer até ao momento, tiveram um dia infeliz e perderam na qualificação. Vão agora disputar a quarta ronda das repescagens, onde reencontram Vasco Mónica, que depois de ter sido remetido para esse percurso logo no primeiro dia, tem dado excelente conta de si e ainda alimenta
a esperança de, eventualmente, chegar às finais.
O mesmo já não se pde dizer de Guilherme Fonseca. O representante português nos sub-16 com melhor currículo perdeu na terceira ronda das repescagens e não poderá continuar a dar o seu contributo à Selecção.
Em sub-18 feminino, Camila Kemp passou com naturalidade para a terceira ronda de repescagens, onde foi eliminada, em quarto lugar, numa bateria ganha pela costa-riquenha Leilani McGonagle. Já Keshia Eyre perdeu na terceira ronda de qualificação e terá agora de se bater na quarta ronda de repescagens, na primeira bateria desta fase onde figura a norte-americana
Nikki Veisins, uma das candidatas a uma medalha nesta prova.
Por fim, em sub-16 feminino, Teresa Bonvalot tem confirmado as qualidades que lhe garantiram a honra de ser a mais jovem surfista a vencer uma prova do
Nacional Open (Liga Moche) e passou a segunda e terceira rondas de repescagem. Menos sorte para Mariana Assis, que teve a sempre complicada sorte de partilhar o heat com uma compatriota, no caso, Teresa, e não foi além do terceiro posto, ultrapassada pela costa-riquenha Leilani McGonagle, desta feita em sub-16, a atrapalhar os planos lusos.

 

Temas

Advertisement MSC
Utilizamos cookies estritamente necessários para fornecer as funções básicas do site.
Accept